sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Em entrevista à rádio de MG, Lula não descarta candidatura à Presidência em 2018


"Se for necessário eu vou para a disputa e vou trabalhar para que a oposição não ganhe as eleições", declarou o ex-presidente

Lula não descarta se candidatar à presidência em 2018  (Foto: André Dusek/AE)
Lula não descarta se candidatar à presidência em 2018 (Foto: André Dusek/AE)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, na manhã desta sexta-feira (28), em entrevista à Rádio Itatiaia em Montes Claros, região norte de Minas, que, se for preciso, poderá disputar a Presidência da República em 2018.

“Não posso dizer que sou nem que não sou candidato. Sinceramente espero que outras pessoas sejam candidatas. Agora, uma coisa é certa: se a oposição acha que vai ganhar, que não vai ter disputa, e que o PT está acabado, ela pode ficar certa do seguinte: se for necessário eu vou para a disputa e vou trabalhar para que a oposição não ganhe as eleições”.

Lula participou ontem, em Montes Claros, do 1º Encontro dos Povos das Gerais, para discussão de políticas para comunidades indígenas, quilombolas e populações ribeirinha. Hoje, o ex-presidente participa, em Belo Horizonte, da abertura do Congresso da Central Única dos Trabalhadores (CUT). O ato será em conjunto com um encontro da União Estadual dos Estudantes (UEE).

Resumo Geral
Com G1 MG

Nova CPMF recebe enxurrada de críticas e terá dificuldades de aprovação


Volta do tributo também não agradou aos empresários que devem fazer pressão para evitar a aprovação do imposto sobre cheques


Dilma (Foto: Presidência da República)
Governo deve encontrar dificuldade para aprovar a volta da CPMF
 (Foto: Presidência da República)

As repercussões negativas na quinta-feira (27) em torno da recriação da CPMF mostram a dificuldade que o governo deve ter para aprovar a medida no Congresso Nacional. Além de um ambiente político desfavorável, a volta do tributo também não agradou aos empresários que devem fazer pressão para evitar a aprovação do imposto sobre cheques.

O presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que tem feito forte oposição ao governo, se manifestou pessoalmente contrário ao retorno do imposto. “Acho pouco provável que aprove aqui na Casa, mas, se eles mandarem, o processo vai tramitar. Mas vejo pouca possibilidade de aprovar”, afirmou Cunha.

“Acho pouco provável a gente querer resolver o problema de caixa achando que temos que cobrar mais da sociedade em impostos”, disse. Questionado se um eventual apoio de governadores poderia dar mais força ao retorno do imposto, Cunha disse que o fato não muda sua posição. “Não vejo que muda nada, temos que ajudar os governadores e estamos ajudando para que não se tenha mais despesas para eles. Mas o mesmo princípio que vale para a União, vale para os Estados: não é aumentando impostos que se resolve problemas dos Estados e da União”, disse.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também afirmou ser contra. “Tenho muita preocupação com aumento de imposto, aumento da carga (tributária). O Brasil não está preparado para voltar a conviver com isso”, disse Renan, referindo-se ao tributo, cuja extinção foi aprovada pelo próprio Senado em 2007.

O senador também disse que o momento para se discutir uma eventual elevação da carga tributação será quando o País retomar seu ciclo de crescimento. “Com a economia em retração, (aumentar impostos) é um tiro no pé”, disse Renan. Mas o presidente do Senado suavizou o discurso após receber o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, para um almoço. Renan disse que no encontro não se discutiu a volta da CPMF e sim a Agenda Brasil, pacote de propostas lançadas por ele para conter a crise econômica. “Não falei especificamente contra a criação da CPMF. Falo de acordo com o entendimento geral: é sempre preocupante a elevação da carga tributária, a criação de imposto. Prefiro raciocinar pelo corte de despesa, pela simplificação, pelo aumento da base. Dessa forma, o Brasil caminhará melhor”, afirmou referindo-se às próprias declarações concedidas antes do encontro.

As notícias do retorno da CPMF chegaram a ser desmentida pelo líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), que as chamou de “invenções criativas”. O ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, também negou. “O governo jamais se posicionou sobre criação de novos impostos”, disse Silva em entrevista à Rádio Estadão. Segundo ele, a prioridade do Planalto neste momento é reduzir custeio. O vice-presidente da República, Michel Temer, disse que por enquanto só existia “burburinho” e negou que a medida estivesse sendo examinada pelo governo”, comentou após um encontro com o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy, em seu escritório pessoal em São Paulo. No entanto, as informações foram confirmadas pelo ministro da Saúde Arthur Chioro.

CNI

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) também engrossou o coro contra a CPMF. Para o diretor de Política e Estratégia da CNI, José Augusto Fernandes, chega a ser um “contrassenso” recriar um imposto nesse momento em que se discute a simplificação das contribuições PIS e Cofins.

“A notícia é muito mal vinda. A volta do imposto distorce a competitividade. Ao mesmo tempo, está se tentando eliminar a cumulativa do PIS e Cofins… Isso mostra que o Brasil tem dificuldade de ter um sistema tributário de classe mundial”, afirmou. Fernandes disse que é preciso enfrentar o aumento dos gastos públicos – “a raiz dos problemas” – em vez de aumentar a carga tributária, que está acima de 35% do PIB, e já penaliza as empresas. “Essa fórmula que está sendo usada de sempre elevar os tributos compromete o crescimento da economia do País”, afirmou. Segundo ele, a indústria vê com preocupação várias propostas de aumento de impostos neste momento de recessão.

ResumoGeral
Com Portalnoar

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Vasco empata no fim e elimina o Flamengo na Copa do Brasil


Vasco se classificou por ter vencido na ida, na semana passada, por 1 a 0 | Foto: Gilvan de Souza/ Divulgação Flamengo/ CP

Rafael Silva fez o gol que deu a classificação ao Vasco para as quartas

A estrela de Rafael Silva brilhou mais uma vez no Vasco em um momento decisivo. Autor dos gols das vitórias contra o Botafogo nas duas partidas da final do Campeonato Carioca, o atacante apareceu na hora certa nesta quarta-feira e classificou o time vascaíno às quartas de final da Copa do Brasil ao marcar de cabeça o gol do empate com o Flamengo por 1 a 1, no estádio do Maracanã, no Rio.

O jogador praticamente havia acabado de entrar na partida no lugar de Jorge Henrique, aos 34 minutos do segundo tempo, e fez o gol aos 37 ao entrar livre na área, na primeira trave, após falta cobrada por Nenê da esquerda e cabecear no ângulo direito de Paulo Victor. Com o empate, o Vasco se classificou por ter vencido na ida, na semana passada, por 1 a 0.

O Flamengo, na segunda partida sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira - Cristóvão Borges foi demitido após a derrota na quarta-feira passada -, foi ataque desde o início e conseguiu abrir o placar logo aos cinco minutos de jogo. Após escanteio da direita, o goleiro Martín Silva espalmou para fora da área. O lateral-esquerdo Jorge pegou o rebote de primeira e a bola voltou rasteira para dentro da área. Três jogadores rubro-negros saíam do impedimento e viram o lateral-direito Madson tocar contra o próprio gol.

O detalhe do lance é que o auxiliar levantou a sua bandeira, marcando impedimento, mas voltou atrás ao ver o árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio confirmar. Houve muita reclamação vascaína, mas sem sucesso na tentativa de anular o 1 a 0 flamenguista.

Pouco tempo depois do gol, o Flamengo sofreu duas baixas importantes por causa de lesões. O meia Ederson e o centroavante peruano Guerrero tiveram de sair do clássico e o time rubro-negro perdeu o ímpeto ofensivo. Com o 1 a 0 no placar, a decisão da vaga iria para os pênaltis. Mesmo assim, o Vasco pressionou bastante e só não marcou antes do gol de Rafael Silva porque o goleiro Paulo Victor, de volta após se recuperar de grave lesão, foi o destaque flamenguista. Mas aí apareceu Rafael Silva e o tento salvador saiu.


Resumo Geral
Com GE

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Irmão da cantora Elba Ramalho morre em acidente de trânsito


Eracliton Nunes Ramalho foi atingido por uma moto quando saia de uma padaria em João Pessoa




O irmão da cantora Elba Ramalho, Eracliton Nunes Ramalho, 62 anos, morreu após ser atropelado por uma motocicleta na noite de sexta-feira (21). O acidente aconteceu no Bairro 13 de Maio, em João Pessoa. 

Eracliton foi atingido pela moto quando saia de uma padaria e atravessava a Avenida Santa Catarina. Ele chegou a receber atendimento do Samu e foi encaminhado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante uma cirurgia.

Em seu perfil na rede social Instagram, a cantora desabafou. "Acabo de perder um irmão, esse jovem da foto, com esse sorriso estampado no rosto e o coração do tamanho do mundo. Foi surpreendido por um motoqueiro a mil por hora numa rua pacata de João Pessoa. Mas não é só lá que os motoqueiros nos surpreendem. Muitas vezes, são surpreendidos também, porque andam de forma imprudente.Não existe desculpas para a morte, eu sei, porque Deus está sempre no comando! Sim, estou muito triste, assustada e cheia de saudade. Te amo, "doutorzinho", e vou te amar sempre. Olha prá Luz, o Céu é bem ali! Só não me peça pra não chorar". 

Um segurança de um estabelecimento próximo ao local onde ocorreu o acidente disse que o motociclista tentou frear, mas não conseguiu evitar o choque. O homem disse ainda que tentou ajudar a vítima, mas ele estava muito ferido. O velório está previsto para acontecer na tarde deste sábado (22) e o corpo deve ser sepultado às 10h do domingo (23).

Resumo Geral
Com CB

domingo, 23 de agosto de 2015

Fazenda propõe pagar adiantamento do 13º de aposentados em 2 parcelas

Resultado de imagem para fotos de dinheiro
 
O Ministério da Fazenda informou nesta sexta-feira (21) que está propondo o pagamento do adiantamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas em duas parcelas, sendo a primeira delas na folha de setembro e a outra na folha de outubro. A proposta da equipe econômica ainda será encaminhada à presidente Dilma Rousseff.

A folha de setembro é paga no final de setembro e início de outubro. Já a de outubro é paga no fim daquele mês e início de novembro. O 13º engloba 28,2 milhões de benefícios.

Neste ano, devido ao fraco ritmo de atividade na economia, com queda da arrecadação, o governo não conseguiu realizar a antecipação da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas na folha de agosto, que é paga no fim deste mês e início de setembro. Com isso, rompeu uma tradição que ocorria desde 2006.

O Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical (Sindinapi) entrou com uma ação, nesta semana, pedindo que o governo federal seja obrigado a antecipar o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados que recebem do Instituto Nacional do Seguro Social.

Segundo Tonia Galleti, coordenadora do departamento jurídico do sindicato e responsável pela argumentação da tese, "o Estado, ao não antecipar a metade do 13º salário, desencadeou problemas na vida dos aposentados e pensionistas, que estão afetando suas condições mínimas de sobrevivência".

"O governo antecipa desde 2006 esse pagamento. Uma antecipação que ocorre desde 2006 sugere uma expectativa de direito que vem sendo ratificada todos os anos. A quantidade de aposentados que negociam esses valores junto a bancos é enorme. Com essa notícia, não parou o telefone do sindicato dos aposentados desesperados", disse Galleti.

Para o Sindinapi, o fracionamento do adiantamento da primeira parcela do décimo terceiro em duas parcelas, nas folhas de setembro e outubro, proposto pelo Ministério da Fazenda, transformaria os benefícios dos aposentados e pensionistas em "crediário". "Depois das 'pedaladas' o governo quer dar um 'passa moleque' naqueles que contribuíram a vida toda para a construção do país", acrescentou o Sindicato, em nota à imprensa.

Em 2014, 27,3 milhões de benefícios foram contemplados em todo o Brasil com a antecipação da primeira parcela do 13º. No ano passado, houve uma injeção extra na economia de R$ 13,6 bilhões nos meses de agosto e setembro com esses pagamentos.
Na primeira parcela do 13º dos aposentados, não há desconto de Imposto de Renda (IR). De acordo com a legislação, o IR sobre o 13º só é cobrado em novembro e dezembro, quando é paga a segunda parcela da gratificação natalina.
Neste ano, a estimativa do Ministério da Fazenda é que o impacto seja de cerca de R$ 15,9 bilhões. Deste modo, se a proposta do Ministério da Fazenda for aceita pela presidente da República, seriam pagos cerca de R$ 7,95 bilhões no fim de setembro e início de outubro e o restante, também de aproximadamente R$ 7,95 bilhões, no final de outubro e início de novembro. Por lei, a primeira parcela tem de ser paga até 30 de novembro de cada ano.

Posição da OAB
 
O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, divulgou nota à imprensa sobre o assunto, na qual lamenta que o governo faça com que "parcelas desprotegidas da sociedade tenham de arcar com prejuízos devido a inabilidades da gestão".

"Fossem os aposentados capazes de adiar em um ou dois meses a compra de medicamentos ou o pagamento de suas contas, poderia se encontrar alguma razoabilidade na medida", avaliou ele.

Para Marcus Vinicius Furtado Coêlho, enquanto bilhões de reais são gastos na "manutenção de ministérios que nem mesmo governistas sabem dizer os nomes sem que se consulte uma lista, ou no pagamento de um Estado inchado por servidores que ocupam cargos criados para se promover a barganha política, alega a administração não ter recursos para a promoção do bem estar daqueles que dedicaram sua vida à nação".

"A OAB espera que tal posição seja revista e que medidas sejam tomadas para garantir a antecipação do recurso aos aposentados, o que evitará a proliferação de ações judiciais e manterá o país no caminho da Justiça social", concluiu o presidente nacional da OAB.

Resumo Geral
Com G1

Carro explode ao abastecer em Posto de Combustível em Santa Cruz, RN


11911011_471340933045891_148970481_n

Por volta das 18:30 h desta sexta-feira (21), uma forte explosão deixou duas pessoas feridas em Santa Cruz. O fato aconteceu depois que um veículo que estava sendo abastecido no Posto Apolo 11 explodiu.

De acordo com informações, o proprietário do veiculo deixou-o abastecendo, quando aconteceu a explosão, deixando todos que estavam no local apreensivos, mas o certo é que duas pessoas ficaram feridas e encaminhadas ambas para o Hospital Regional Aluízio Bezerra.

O proprietário do veículo o Sr. Jaris Freitas Canuto, de 33 anos, conhecido por “Zé Canuto” foi uma das vítimas e ele com o impacto da explosão teve uma fratura exposta em sua perna, e devido a gravida será encaminhado para o Walfredo Gurgel. E a outra vítima foi um frentista do próprio posto que também foi encaminhado para o HRAB, ele que por sorte teve apenas ferimentos leves.

Com receio de que aconteça novas explosões a polícia militar está no local isolando o local, pois há ainda muitos curiosos.

11938062_471340979712553_1758375270_n 

Resumo Geral
Com Tangaraense 

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Dilma recebe apoio de Maduro e Cristina Kirchner contra impeachment


Nicolás Maduro, da Venezuela, usou o Twitter para mandar sua mensagem de apoio à petista


Dilma recebe apoio do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro (Foto: Wilson Dias/ABr)
Dilma recebe apoio do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro 
(Foto: Wilson Dias/ABr)
Dois presidentes latino-americanos declararam na quinta-feira (20) apoio à presidente Dilma Rousseff, no mesmo dia em que movimentos sociais convocaram atos pelo Brasil para fazer um contraponto aos protestos que pediram o impeachment da petista, no domingo.

Nicolás Maduro, da Venezuela, usou o Twitter para mandar sua mensagem de apoio à petista. “Me somo à jornada mundial de solidariedade e amor com o Brasil. #LulaDilmaSomosTodos #AmericaLatinaConBrasil. Venceremos”, escreveu Maduro.

O post do presidente venezuelano mostrava fotografias do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva ao lado de Hugo Chávez, que comandou o país vizinho de 1999 a 2013. O líder da “Revolução Bolivariana”, como ele é chamado pela agência oficial de notícias da Venezuela, também apareceu em imagens ao lado de Dilma.

Em parte dos protestos ocorridos no Brasil no domingo, manifestantes contrários a Dilma, a Lula e ao PT exibiram cartazes de protesto contra a Venezuela e o regime bolivariano. Para a agência de notícias do governo Maduro, a direita tenta interromper o segundo mandato da presidente brasileira e “através de manobras ilegais pôr fim à democracia” no País.

Já a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, usou parte da cadeia nacional de TV convocada na noite de quinta-feira para defender a colega brasileira. “Nem bem Dilma foi eleita depois do 2.º turno, começaram panelaços sem objetivo definido. Agora também atacam Lula, porque pensam que depois de Dilma pode voltar Lula, que fez algumas coisas grandes pelo Brasil”, destacou Cristina.

Resumo Geral
Com PNA

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Jorge Henrique decide, e Vasco larga na frente do Fla na Copa do Brasil


Atacante marca belo gol e garante vitória simples no jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil. Jorginho é mais um técnico que estreia com triunfo em cima do rival no ano

 

Flamengo x Vasco - Gol Jorge Henrique (Foto: André Durão) 
































Aumentou o retrospecto de de estreia de técnicos do Vasco com vitória em cima do Flamengo no ano. Depois de Celso Roth, foi a vez de Jorginho sorrir contra o arquirrival logo no primeiro jogo. Sob novo comando, o Cruz-Maltino esqueceu a má fase do Brasileirão e derrotou o arquirrival por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Maracanã, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Jorge Henrique balançou as redes pela primeira vez com a camisa do Gigante da Colina e garantiu o triunfo. 
O jogo da volta será na próxima quarta-feira, novamente no Maracanã. Vale lembrar que não há critério de desempate por gols fora de caso neste duelo, uma vez que as duas partidas serão disputadas no mesmo estádio. Ao Vasco, porém, um empate basta para avançar.
O trio de arbitragem foi um dos focos de grande atenção no Maracanã. Os protestos da diretoria do Flamengo por conta da escalação de auxiliares Ferj contribuíram ainda mais para o clima de pressão. Com a bola rolando, polêmicas. Além do rigor nas punições com cartão amarelo - 12 no total -, dois lances capitais marcaram o confronto. Os dois no segundo tempo. O primeiro deles Emerson Sheik agarrou pela camisa Anderson Salles dentro da área. Em seguida, no gol do Vasco, Riascos recebeu em posição de impedimentos. Em ambos os lances, nada marcado. O comentarista de arbitragem da TV Globo, Arnaldo Cezar Coelho, considerou que o árbitro errou nas duas oportunidades. 

Vasco domina, e Jorge Henrique decide

O clássico começou com a tensão alta. Antes de mostrarem futebol, Flamengo e Vasco abriram o leque de faltas. Antes dos 15, foram 10 faltas e três cartões assinalados. Passado o nervosismo inicial, o jogo ganhou em emoção com bola rolando. O Fla até esboçou uma pressão. Guerrero perdeu chance incrível cara a cara com o goleiro Martín Silva, que salvou com os pés. Porém, o susto foi o suficiente para acordar o Vasco na partida. O lado esquerdo funcionava com Christiano, Jorge Henrique e Nenê, e o Gigante da Colina terminou a primeira etapa com uma leve superioridade e chegou com perigo em duas oportunidades. Na melhor delas, Nenê recebeu cruzamento rasteiro na marca do pênalti, mas a bola ficou próxima ao corpo e o atacante acabou finalizando nas mãos de César. A outra em escanteio que Serginho apareceu na primeira trave.

O Vasco voltou do intervalo com a mesma pegada. O Fla sofria com problemas no setor de criação, falta de compactação do setor ofensivo e a pouca inspiração de Guerrero. O número de faltas seguia alto e trucava a partida. Até que aos 12 minutos, Riascos recebeu lançamento longo em ligeira posição de impedimento, segundo o comentarista da TV Globo Arnaldo Cezar Coelho. O atacante cruzou para trás, rasteiro. A zaga do Fla olhou, e Jorge Henrique conseguiu uma bela finalização. No ângulo de César, que nada pôde fazer. O Fla, atordoado, ainda perdeu Wallace expulso após levar o segundo amarelo. Duro golpe para o Rubro-Negro que sequer voltou a assustar até o apito final.

Resumo Geral
Com GE

Polícia Civil prende suspeitos de estupros coletivos em Natal.




Após um mês de ataques às mulheres, a Polícia Civil do Rio Grande do Norte anunciou na manhã desta quinta-feira (20), a prisão dos suspeitos de cometerem uma série de estupros coletivos em Natal.

Segundo a Polícia Civil, uma das vítimas reconheceu Alex do Nascimento, 22, como um dos autores do abuso sexual sofrido por ela. Após o reconhecimento, o homem foi preso no bairro do Felipe Camarão. Além do suspeito, os agentes da polícia civil prenderam dois adolescentes de 17 anos. Ambos também são suspeitos de terem estuprado, em conjunto com Alex do Nascimento, três mulheres. Duas no loteamento San Vale, na zona Sul de Natal. E uma no conjunto Planalto, na zona Oeste da capital.

Desde o final de julho uma série de estupros coletivos vem assustando a população potiguar. Os casos seguem sempre as mesmas características. Três homens armados com um facão, abordam casais que trafegam de moto em ruas pouco movimentadas e iluminadas. Para conseguir chegar às vítimas, os criminosos utilizam arame farpado para derrubar as motos e agridem o condutor. Em seguida as mulheres são levadas para um matagal e são abusadas.

De acordo com a Polícia Civil, as informações completas sobre a prisão dos suspeitos do estupro coletivo serão dadas durante coletiva de imprensa. Os detalhes serão apresentados ainda nesta manhã, (20), na sede da Delegacia Geral de Polícia (Degepol).

Resumo Geral
Com Portalnoar

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Mais de 500 estupros foram cometidos no RN entre 2012 e 2013

Os números foram publicados no Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2014



Segundo a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Teresa Freire, medidas de segurança ostensiva serão tomadas pelo goveno
Segundo a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Teresa Freire, medidas de segurança ostensiva vem sendo tomadas pelo governo


Os recentes casos de violência sexual em Natal, quando duas mulheres foram estupradas no intervalo de um mês no conjunto San Vale, levantam em questão o grande índice de violência contra a mulher.

De acordo com anuário 2014 do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mais de 100 mil casos de estupros foram registrados Brasil nos anos de 2012 e 2013, desse número 565 foram registrados no Rio Grande do Norte. O número de casos relacionados à violência sexual ainda pode ser maior. Apenas 35% das mulheres que foram vítimas de abuso sexual no Brasil relatam o episódio à polícia. Segundo o relatório, caso contabilizado os casos não relatados às autoridades, aproximadamente 143 mil estupros foram cometidos no país apenas em 2013.

De acordo com a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres do Rio Grande do Norte (SPM), Teresa Freire, os altos índices de violência sexual no país são um reflexo do modo de vida patriarcal ainda vivido por grande parte da população do Nordeste. A forma em que a sociedade impôs que o homem tem a função de poder na família resultou na imposição da inferioridade da mulher e, em casos graves, ofereceu uma forma da prática da violência.

Relatório do Fórum Brasileiro de Segurança Pública aponta números de violência sexual nos anos de 2012 e 2013 (Foto: Reprodução/Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2014)
Relatório do Fórum Brasileiro de Segurança Pública aponta números de violência sexual nos anos de 2012 e 2013 (Foto: Reprodução/Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2014)


“Na realidade a incidência desses estupros é um assunto forte e que tem assustado. Não somente esses casos no San Vale, mas também as mortes em Itajá e o assassinato de uma mulher que aconteceu recentemente em Mossoró, são um resultado de uma construção da sociedade em que ficou estabelecido que o homem tem função de poder. Esse comportamento machista é perpetuado ao longos dos anos e é preocupante. Então nós da Secretaria da Mulher em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública, poder judiciário e movimentos sociais estamos trabalhando em ações para combater essa prática”, disse.

Segundo Teresa Freire, o governo já vem realizando a implantação de medidas ostensivas de combate à violência contra a mulher. Umas das medidas tomadas foi a implementação do Ronda Cidadã.

“Hoje vivemos uma situação em que a segurança aqui no Estado é falha e muita coisa precisa ser melhorada, mas o governador Robinson já instituiu o Ronda Cidadã, que mesmo atuando de forma geral, tem grande importância no combate à violência contra as mulheres. Nós temos também um comitê voltado a favor dos direitos das mulheres e agora nos meses de agosto e setembro iremos dialogar com o senado sobre medidas para coibir a violência. Também estamos estudando uma forma de unir as secretarias de educação, cultura e segurança para criar ações educacionais, porque só podemos acabar com esses casos de estupros e feminicídios se educarmos toda a sociedade” afirmou.

Enquanto o governo procura formas de coibir a violência contra a mulher de forma geral, a Polícia Civil, através da Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher, procura solucionar os recentes casos de estupros em Natal. O processo de investigação é comandando pela delegada Michelle Alcântara e segue em caráter sigiloso.


Resumo Geral
Com Portalnoar