sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Músicos de Wesley Safadão ganham mal e se reclamarem, são demitidos.




Pois é, Wesley demitiu seu sanfoneiro simplesmente porque ele foi abrir a boca e falar quanto ganhava na banda. O sanfoneiro de muitos anos estava no camarim conversando com o músico da banda Jorge e Mateus, falando de shows e de repente o Nenem ex-sanfoneiro do Safadão disse quanto estava ganhando e que estava insatisfeito com o cachê e apesar de tudo sem descanso, muitos shows por mês e já não estava aguentando o trampo, e olha que uma sanfona dessas pesa em média 12 kgs, o cara fica horas em pé com esse peso, isso cansa.  De repente a conversa chegou ao ouvido do cantor Jorge, que achou que era uma piada esse cachê que Safadão pagava aos seus músicos. Jorge então resolveu conversar com Wesley  e perguntar se ele realmente não tinha vergonha de pagar uma “mixaria” pra seus músicos, e o cabeludo ficou furioso e fez uma reunião e disse que iria demitir todos se não dissessem quem havia falado quanto ganhavam. Conclusão: O sanfoneiro foi apontado como o x9, e foi demitido da banda, mas logo o Rod Bala com pena resolveu contratar para trabalhar com a Márcia Felipe.

sanfoneiro

O que mais me admira nessa vida é que Wesley tem um cachê de 500 mil e fatura tanto e não tem vergonha na cara de pagar migalhas ao seus músicos, rolds, e outros funcionários.

Vamos valorizar os músicos, sei que estamos na crise, mas quem ganha 500 mil por show e faz até mais de 30 shows por mês não é tão miserável que não possa pagar um salário digno, ou até mesmo pagar em dia. Isso infelizmente tem sido a realidade de vários músicos de várias bandas que muitas das vezes tocam por amor a música  e porque realmente precisam, mas ralar desse jeito pra ganhar no máximo 2 mil por mês não dá!



Resumo Geral
Com riquinha

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Alemã estuprada em praia no Brasil tenta antecipar volta ao seu país




 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A turista alemã Cristina Tepe, de 24 anos, que diz ter sido violentada sexualmente por um homem na madrugada de Natal, na Praia de Jericoacoara, no Ceará, está em Fortaleza, tentando antecipar sua volta para Alemanha. A viagem está de regresso está marcada para 6 de janeiro de 2016, mas, abatida a alemã quer logo retornar ao seu país. O Consulado da Alemanha em Fortaleza providencia a volta imediata dela.

Nesta segunda-feira (28) a Coordenadoria de Medicina Legal da Perícia Forense de Sobral promete divulgar o resultado do exame de corpo de delito que a alemã fez. Com base nesse exame as delegacias de Acaraú e de Proteção ao Turista abrirão inquérito. Em depoimento na delegacia plantonista de Sobral, no último dia 25, Tepe registrou Boletim de Ocorrência. Ela relatou que passeia com um amigo austríaco pelas dunas de Jeri, quando por volta das quatro da madrugada de sexta-feira (25) foi atacada por um homem moreno, cabelo curto e liso, com aproximadamente 1m75cm de altura. 

Ele, segundo Tepe, exigiu a máquina fotográfica, telefone celular e dinheiro (R$ 480,00). Ela e o austríaco entregaram. Ai o homem ameaçou violentá-la sexualmente ou que ele fizesse sexo com o amigo. Logo em seguida desistiu da segunda opção e determinou, segundo a alemã, que o austríaco ficasse de costas enquanto a estuprava. Tepe disse que ainda ofereceu mais dinheiro para evitar a violência, mas o homem não  aceitou.

Tepe contou na Delegacia que conheceu o austríaco no hostel Tirol, em Jericoacoara, na noite de Natal, e resolveu passear pelas dunas da praia, quando por volta das quatro da madrugada foi atacada.

A alemã entrou no Brasil em seis de outubro passado. Chegou ao Ceará pela Praia de Canoa Quebrada, em Aracati, em sete de dezembro, seguindo no dia 22 para Jericoacoara.
 
Resumo Geral
Com MSN

Casos suspeitos de microcefalia causados pelo vírus Zika somam 2.975






 
 
 
 
 
 
 
 
O número de crianças com suspeita de microcefalia no país aumentou para 2.975, segundo boletim divulgado hoje (29) pelo Ministério da Saúde. A pasta também investiga a morte de 40 bebês com suspeita de terem a malformação devido ao vírus Zika.

Os dados são de registros feitos até o dia 26 de dezembro. Ao todo, 656 municípios de 19 estados e do Distrito Federal têm casos sob investigação. Tocantins, Minas Gerais e Mato Grosso apresentaram diminuição de casos. No balanço anterior, divulgado na última terça-feira (22), eram 2.782 os recém-nascidos com suspeita de microcefalia relacionada ao Zika, em 618 cidades de 20 unidades da Federação.

De acordo com o boletim divulgado hoje, Pernambuco, primeiro estado a identificar o aumento de casos de microcefalia no país, continua no topo da lista, com 1.153 casos em investigação, o que representa 38,76% das suspeitas em todo o país. Em seguida, estão os estados da Paraíba (476), Bahia (271), do Rio Grande do Norte (154), de Sergipe (146), do Ceará (134), de Alagoas (129), do Maranhão (94) e Piauí (51).

Transmitido pelo Aedes aegypti, o vírus Zika começou a circular no Brasil em 2014, mas só teve os primeiros registros feitos pelo Ministério da Saúde em maio de 2015. O que se sabia sobre a doença, até o segundo semestre deste ano, era que sua evolução é benigna e que os sintomas são mais leves do que os da dengue e da febre chikungunya, também transmitidas pelo mesmo mosquito.

Porém, no dia 28 de novembro, o Ministério da Saúde confirmou que, quando gestantes são infectadas por esse vírus, podem gerar crianças com microcefalia, uma malformação irreversível do cérebro, que pode ser associada a danos mentais, visuais e auditivos.

A microcefalia não é uma malformação nova, é sintoma de algum problema no organismo da gestante e do bebê, e pode ter diversas origens, como infecção por toxoplasmose, pelo citomegalovírus e agora ficou confirmado que também pelo vírus Zika. O uso de álcool e drogas durante a gravidez também pode levar a essa condição.
 
Resumo Geral
Com G1

PF inclui foto e dados pessoais de Lula em inquérito da Lava Jato

















Os investigadores incluíram esse documento aos autos para reforçar a linha de investigação sobre as relações do ex-presidente com a Odebrecht.

A Polícia Federal anexou aos autos do inquérito da Operação Lava Jato que investiga a Odebrecht, maior empreiteira do País, fotos e planilhas com dados pessoais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do sócio dele na LILS Palestras, Eventos e Publicações, Paulo Okamotto. A LILS foi criada para administrar a rotina de contratos de Lula com empresas. A PF juntou ao documento cópia do Pedido de Compra 5318, datado de 4 de julho de 2013, emitido pela Odebrecht e tendo como "fornecedora" a LILS, no valor de R$ 400 mil, para "apresentação de palestras".

Os investigadores incluíram esse documento aos autos para reforçar a linha de investigação sobre as relações do ex-presidente com a Odebrecht, que está sob suspeita de ter integrado cartel para fraudar licitações bilionárias da Petrobras no período entre 2004 e 2014 (governos Lula e Dilma). "Conforme se apurou da investigação, os representantes das empresas do Grupo Odebrecht associaram-se aos administradores de grandes empreiteiras com atuação no setor de infraestrutura para, de forma estável e permanente, com abuso do poder econômico, cometer crimes e dominar o mercado de grandes obras de engenharia civil, eliminando a concorrência", diz a PF.

Sobre os R$ 400 mil recebidos, a LILS recolheu a título de impostos R$ 8 mil aos cofres municipais de São Bernardo do Campo, onde fica a sede da LILS e a residência de Lula. Em um trecho do relatório, a PF faz alusão a dado atribuído pela revista Veja, em agosto, ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras - órgão de inteligência do Ministério da Fazenda - sobre movimentação de R$ 27 milhões da LILS entre abril de 2011 e maio de 2015. Desse total, R$ 10 milhões teriam como depositantes empreiteiras envolvidas na Lava Jato.

Institucional

A PF não imputa nenhum ato ilícito na análise do negócio, apenas reproduz documentos apreendidos nas buscas da operação. A Odebrecht diz que mantém "relação institucional e transparente com o ex-presidente Lula". Segundo a empreiteira, ele "foi convidado para fazer palestras no Exterior, voltadas para empresários, investidores e líderes políticos sobre as potencialidades do Brasil e de suas empresas".


Resumo Geral
Com Estadão

Polícia Civil de Goianinha prende foragido condenado por estupro

De acordo com o delegado Wellington Guedes, crime aconteceu em 2014.


Os policiais civis da Delegacia de Polícia de Goianinha cumpriram no início da manhã desta segunda-feira (28) o mandando de prisão, expedido pela comarca da cidade, em desfavor de José Eriberto dos Santo Silva, de 29 anos, que foi condenado a seis anos e seis meses de reclusão pelo crime de estupro, tendo como vítima uma adolescente.
 
De acordo com o delegado de Goianinha, Wellington Guedes, o crime aconteceu em 2014.
“O suspeito estava sendo procurado mas estava em lugar incerto e não sabido, sendo considerado foragido da justiça. Após realizarmos diversas diligências, tomamos conhecimento que ele estaria hoje pela manhã no Situo Miranda, para onde deslocamos a nossa equipe que realizou a sua prisão sem qualquer tipo de reação por parte do acusado", esclareceu o delegado.


Resumo Geral
*Fonte: Assessoria / Degepol

Corinthians descarta contratar reforço para repor saída de Elias


Elias tem proposta do Hebei China Fortune, equipe que ofereceu ao Corinthians cerca de R$ 40 milhões



Resultado de imagem para foto de elias do corinthiansO Corinthians admite o risco de perder o volante Elias em breve, embora a diretoria não planeje por enquanto trazer um substituto para o jogador. Em entrevista ao SporTV, o diretor adjunto de futebol do clube, Eduardo Ferreira, afirmou que o elenco já possui as opções necessárias para repor a provável saída do titular para o futebol chinês.

“Não estamos pensando em trazer um outro volante caso o Elias saia. Nosso foco é o meio de campo. Para a posição do Elias temos bons jogadores: Cristian, Ralf, Bruno Henrique, Rodriguinho, Marciel. Não precisa sair no mercado desesperado para buscar. Temos bons jogadores para essa posição”, disse o dirigente.

Elias tem proposta do Hebei China Fortune, equipe que ofereceu ao Corinthians cerca de R$ 40 milhões. O próprio clube do Parque São Jorge admite que será muito difícil segurar o jogador, até pela alta proposta salarial ofertada pelo time asiático, que acaba de ser promovido à elite do futebol do país.

O meia Jadson também se transferiu para a China – o Tianjin Quanjian é o novo time do jogador. Para o caso dele, o Corinthians trabalha para achar um substituto. “Depois da saída do Jadson, o plano emergente é um meio de campo. Trabalhamos com três, quatro nomes para essa posição há duas semanas, desde a confirmação da saída. Esperamos que mais uma semana a dez dias nós confirmemos o nome. São bons nomes do mercado, do Brasil e de fora”, afirmou o dirigente. Um dos cotados é Marquinhos Gabriel, que não deve ficar no Santos.
Resumo Geral
Com G1

Mais de 1 milhão de migrantes chegaram à Europa pelo mar em 2015


Síria lidera o ranking, com quase quase metade (49%) dos migrantes, seguida pelo Afeganistão (21%) e do Iraque (8%)


Mais de 1 milhão de pessoas chegaram à Europa pelo mar (Foto: Lusa/EPA/MOAS.EU - Direitos Reservados)
Mais de 1 milhão de pessoas chegaram à Europa pelo mar
 (Foto: Lusa/EPA/MOAS.EU – Direitos Reservados)



Mais de 1 milhão de migrantes chegaram à Europa por mar em 2015, de acordo com os dados publicados hoje (30) pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur). No total, 1.000.573 chegaram à Europa por mar, e 3.735 morreram tentando a perigosa travessia, informou a agência da ONU, que tem sede em Genebra.

A maioria dos migrantes (84%) é proveniente de dez países. A Síria lidera o ranking, com quase quase metade (49%) dos migrantes, seguida pelo Afeganistão (21%) e do Iraque (8%). Os outros países de origem são Eritreia, Paquistão, Nigéria, Somália, Sudão, Gâmbia e Mali.

No total, 844.176 migrantes desembarcaram na Grécia, 152.700 na Itália e 105 em Malta. Dos migrantes que alcançaram as costas da Europa 58% são homens e 17% mulheres, sendo um quarto (25%) crianças, informou o Acnur.

Resumo Geral
por Agencia Brasil

Salário mínimo vai a R$ 880,00 e cria rombo de R$ 2,9 bilhões no Orçamento

O Ministério do Planejamento esclareceu que, dos R$ 30,2 bilhões a mais de despesa com o aumento, R$ 27,3 bilhões já estão previstos no Orçamento de 2016

Resultado de imagem para fotos de dinheiro

O governo fixou nessa terça, 29, o salário mínimo em R$ 880 a partir de 1º de janeiro de 2016, um reajuste de 11,67% no valor em vigor hoje, de R$ 788. Apesar de estar entre os maiores aumentos porcentuais desde o início da gestão petista, o novo valor vai trazer um ganho real – considerada a inflação – próximo de zero ao trabalhador. A atualização vai custar R$ 30,2 bilhões para as contas do governo, pressionando ainda mais o caixa da União, que já opera no vermelho.
O Ministério do Planejamento esclareceu que, dos R$ 30,2 bilhões a mais de despesa com o aumento, R$ 27,3 bilhões já estão previstos no Orçamento de 2016. Outros R$ 2,9 bilhões não estão na peça orçamentária e será necessário encontrar maneiras de equacionar a conta. O Planejamento não informa quais seriam as maneiras para buscar essa solução.

O ministério informou ainda que a diferença entre o que o governo propôs de aumento e o que foi concretizado agora vai ampliar o impacto nas contas públicas em R$ 4,77 bilhões. Inicialmente, o Projeto de Lei Orçamentária Anual 2016 propunha um valor de R$ 865,46. O valor estabelecido no decreto ficou em R$ 880.

O valor vai ser oficializado hoje no Diário Oficial da União, depois de a presidente Dilma Rousseff ter assinado ontem um decreto que definiu o reajuste. O novo salário mínimo será R$ 9 mais alto que aquele aprovado neste mês pelo Congresso na Lei Orçamentária Anual de 2016. De acordo com o ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, o governo atualizou o número com base nos novos dados de inflação, que vieram mais altos e provocaram a elevação.

O ministro do Trabalho e Previdência Social aproveitou a ocasião para anunciar o reajuste no valor máximo que um beneficiário do Regime Geral de Previdência Social pode receber. Segundo ele, será confirmado no início de janeiro o novo teto previdenciário, que deverá passar dos atuais R$ 4.663 para R$ 5.203. Para este cálculo, segundo o ministro, é levado em consideração apenas o INPC, o que significa que será feita só uma correção da inflação.

A maior parte do custo está atrelada aos desembolsos para pagamentos de aposentadoria. Do total de R$ 30,2 bilhões, R$ 21 6 bilhões serão usados para cobrir os reajustes da previdência social. Para cada R$ 1 de reajuste sobre o mínimo, a previdência tem um impacto de R$ 235,1 milhões.

Por lei, o cálculo de aumento do salário mínimo leva em conta a inflação do último ano, mais a taxa de evolução do Produto Interno Bruto (PIB) do penúltimo ano. Para o valor de 2016, foi considerado o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), estimado pelo Ministério da Fazenda em 11,57%. O INPC, elaborado pelo IBGE, abrange as famílias com rendimentos mensais compreendidos entre um e cinco salários mínimos.

O crescimento do PIB, que poderia proporcionar um ganho real (além da inflação) ao trabalhador, ficou em apenas 0,1% em 2014. Na prática, dos R$ 92 de aumento para 2016, só R$ 0,79 são de ganho real – o restante já foi corroído pela inflação.

Incremento

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência Social, cálculos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontam para um incremento de renda na economia brasileira de R$ 51,5 bilhões com o reajuste. “(O reajuste) assegura a 48 milhões de brasileiros uma melhoria da renda, o que significa ampliação de mercado, qualidade de vida e desenvolvimento econômico”, disse Rossetto.

Questionado se o governo considera positivo um reajuste sem ganho real, o ministro afirmou que é evidente que em anos de melhor desempenho da economia, os ganhos são repassados para o reajuste. Ele ressaltou que a regra atual, por iniciativa de Dilma, vale até 2019. A expectativa de mercado para o PIB deste ano, que vai balizar o cálculo para o mínimo de 2017, é de uma retração de 3,7%.

O ministro disse que o governo trabalha para a recuperação da economia em 2016, com a retomada dos postos de trabalho.

Resumo Geral
Com Estadão

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Polícia Federal faz buscas em residências de Eduardo Cunha

O deputado federal é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro pela Procuradoria-geral da República nas investigações da Operação Lava Jato

Resultado de imagem para fotos de eduardo cunha

A Polícia Federal faz nesta terça-feira, 15, por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), uma operação de busca e apreensão na residência oficial do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília, e na casa do parlamentar, no Rio.

O deputado federal é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro pela Procuradoria-geral da República nas investigações da Operação Lava Jato.

Além de fazer buscas em residências do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a Polícia Federal também realizou operação de busca e apreensão nas casas do deputado Anibal Gomes (PMDB-CE) e do ex-presidente da Transpetro Sergio Machado.

O presidente da Câmara foi denunciado pelo Ministério Público Federal em agosto. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) na qual o acusa de ter recebido propina no valor de ao menos US$ 5 milhões para viabilizar a construção de dois navios-sondas da Petrobras, no período entre junho de 2006 e outubro de 2012.

Resumo Geral
Com PNA