terça-feira, 23 de abril de 2013

Criança com diagnóstico raro chama a atenção da população de São Bento

Criança com diagnóstico raro chama a atenção da população de São Bento
Um bebê de apenas um ano, 02 meses e 13 dias de vida, portador de uma patologia rara, na literatura médica, chamou a atenção de todas as pessoas que freqüentavam a feira livre da cidade de São Bento, no Sertão da Paraíba, na manhã desta segunda-feira (22).

Segundo relatório médico do Hospital São Francisco de Assis de Jacareí-SP, a garota Ruhama Letícia da Silva Lucena, nascida em 09/02/2012, filha do casal Haroldo Lucena Júnior, 48 anos, natural de Serra Negra do Norte-RN, e Maricelma da Silva, 30 anos, natural de Caicó-RN, nasceu com apenas 930 gramas e 25 cm, de gestação gemelar, com diagnóstico de má formação grave do Sistema Nervoso Central (SNC), e com conseqüente má formação crânio- facial, fenda palatina mínima, e artrogripose de articulações dos quatro membros. Conforme o relatório apresentado pela médica Cinthia Macedo Specian, o relatório apresentou investigação com cariótipo por pesquisa de 300 bandas com resultado: 46-xx, e também investigação por exames de imagem os quais se encontram com a família.

De acordo Haroldo e Maricelma, pais da menina, Ruhama nasceu de um parto de gêmeos, no oitavo mês de gestação, sendo o outro bebê do sexo masculino, Ami Matheus, que veio ao mundo sem nenhuma deformação e se mantém saudável até hoje.


Já Ruhama necessita de cuidados especiais, pois se alimenta por chuca com leite de vaca, acompanhado de suplementos alimentares, a exemplo de Nutriday, iogurte e outros ingredientes, numa dosagem de 90 ml a cada três horas.

A mãe da garota, Dona Maricelma, disse que o casal já levou Ruhama a vários hospitais de São Paulo e de outras cidades do Nordeste, e acrescentou que desde do começo da gestação, os médicos falaram que a criança não sobreviveria, mas o bebê já está com quase 1 ano e 03 meses de idade.

Em relação ao tratamento de Ruhama, Haroldo revelou que é, a princípio, deve ser fisioterapêutico, necessitando, também, de acompanhamento multiprofissional e interdisciplinar, sendo a prioridade inicial o acompanhamento fonoaudiológico, além do tratamento gastronômico, para prover condições de alimentação quantitativa e qualitativamente adequada à idade e segura.


O relatório do Hospital São Francisco aponta que a criança precisa de acompanhamento para orientação com ortopedista, neuropediatria, oftalmologia, nutricionista, fonoaudiologia, fisioterapia e terapia ocupacional.


Os pais do bebê foram orientados pelo um amigo, em Caicó-RN, para fazerem uma visita ao município de São Bento, justificando que a população do lugar é bastante solidária e, nesta segunda-feira (22), dia da tradicional da feira livre da cidade, o casal se instalou em frente à Igreja Matriz de São Sebastião, onde aproveitaram para vender bilhetes para um sorteio de uma Variante, ano 1973, que será feito no 2º domingo de julho, durante a Festa de Santana, em Caicó-RN. A presença da Ruhama chamou a atenção dos feirantes que passavam e paravam pra observarem, atentamente, a criança que, apesar do problema, demonstra simpatia.
 
Resumo Geral
Fonte: Sãobentoagora

Nenhum comentário:

Postar um comentário