quinta-feira, 9 de maio de 2013

Consórcio com Odebrecht e Eike Batista vence licitação do Maracanã

Consórcio com Odebrecht e Eike Batista vence licitação do Maracanã
O consórcio Maracanã S.A. será o responsável por administrar o Maracanã pelos próximos 35 anos. O grupo, formado pelas empresas Odebrecht (90%), IMX (5%), de Eike Batista, e a americana AEG (5%), ganhou o processo de licitação encerrado pelo Governo do Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira. O anúncio foi feito no Palácio Guanabara, após a abertura dos envelopes com as propostas dos concorrentes.

O conglomerado já havia vencido as duas fases anteriores da disputa. O Consórcio Complexo Esportivo e Cultural do Rio de Janeiro, derrotado na licitação, informou que não recorrerá da decisão.

O processo agora será encaminhado para o secretário da Casa Civil do Rio de Janeiro, Régis Fichtner, para que seja feita a homologação da licitação no Diário Oficial.

O acordo passa a valer após a realização da Copa das Confederações, que termina em 30 de junho. Ou seja, ficará a cargo do consórcio eventuais obras a serem feitas para a Copa do Mundo de 2014 e para os Jogos Olímpicos de 2016. No edital consta o valor que o grupo terá de investir em melhorias no Maracanã: R$ 594.162.148,71. Entre os compromissos estão a demolição do Célio de Barros (atletismo) e do Julio Delamare (desportos aquáticos), além da reconstrução do Museu do Índio.

O processo de licitação gerou protestos até no evento-teste do Maracanã, no dia 27 de abril, mas poucas pessoas foram ao Palácio Guanabara no dia em que o grupo vencedor seria anunciado. A reclamação é por conta da cessão do estádio, reformado com dinheiro público pelo Governo do Rio e com orçamento ultrapassando R$ 1 bilhão, para a iniciativa privada. Gera dúvidas também o envolvimento do empresário Eike Batista na licitação já que a IMX registrou prejuízo de R$ 250,9 milhões no primeiro trimestre deste ano.

A reabertura oficial do Maracanã será em 2 de junho, no amistoso entre Brasil e Inglaterra. O estádio também receberá partidas da Copa das Confederações, entre elas a final.
 
Resumo Geral
Fonte: IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário