quarta-feira, 1 de maio de 2013

Menor relata ter esfaqueado colega após sofrer bullying por ser nordestina, diz polícia

Menor relata ter esfaqueado colega após sofrer bullying por ser nordestina, diz polícia
A menor de 17 anos que confirmou ter esfaqueado um colega em frente a uma escola, em Ribeirão Pires, no ABC, na terça-feira (30), disse à polícia que era vítima de bullying. De acordo com o delegado José Marcos Monteiro Pimenta, a estudante relatou ter levado uma faca para a escola para se defender.

"Ela alega que vinha sendo provocada frequentemente pela vítima, que a xingava de recalcada, usava a expressão 'negra recalcada' e fazia gozação pelo sotaque nordestino que ela tem, já que ela é de origem pernambucana", diz o delegado, em reportagem do Bom Dia São Paulo.

Atingido pela menor, o aluno de 16 anos sofreu uma perfuração no tórax, em frente à Escola Estadual Farid Eid, na Rua Fagundes Varelas, no bairro Jardim Caçula. O estudante ferido foi encaminhado ao Hospital Santa Marcelina, onde passou por uma cirurgia. Seu estado de saúde é considerado estável. Já a adolescente que confirmou a agressão passou a noite na delegacia e permanece à disposição da Vara da Infância e da Juventude.

Os dois alunos já tinham sido punidos por causa de uma briga em sala de aula. "Eles foram punidos pela direção com uma suspensão e a situação foi comunicada aos pais. Aparentemente uma brincadeira que acabou se transformando em uma agressão", afirma Felippe Angeli, assessor da Secretaria Estadual de Educação.

Segundo Angeli, cabe ao sistema judiciário e à Vara da Infância e da Juventude decidir as medidas a serem tomadas. “Trata-se de um crime previsto no Código Penal Brasileiro. Por ela ser menor de idade isso caracteriza um ato infracional, que pode ser punido com medida socioeducativa”, afirmou.

O caso foi registrado na Delegacia de Rio Grande da Serra, devido à falta de energia no Distrito Policial de Ribeirão Pires.
 
Resumo Geral
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário