quinta-feira, 9 de maio de 2013

SP dará cartão de R$ 1.350 para financiar tratamento de usuário de crack

SP dará cartão de R$ 1.350 para financiar tratamento de usuário de crack
O governo de São Paulo vai pagar para que comunidades terapêuticas trabalhem com a reinserção de usuários de crack na sociedade. O valor será de R$ 1.350 ao mês por paciente.

O anúncio oficial do projeto deve ser feito na quinta-feira pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). O programa está sendo tocado pelas secretarias de Desenvolvimento Social, Justiça e Saúde. O objetivo é ampliar a rede de atendimento aos viciados que já passaram por um período de desintoxicação em hospitais ou clínicas públicas e reduzir o índice de reincidência.

Nessas comunidades, os pacientes tratarão da abstinência, receberão qualificação profissional e vão se reaproximar de seus familiares e amigos.

"A ideia é preparar o ambiente para que ele possa viver longe das drogas e perto de suas famílias", afirmou o secretário de Desenvolvimento Social, Rodrigo Garcia.

O diferencial desse projeto é que cada paciente receberá uma espécie de cartão bancário que servirá para comprovar a prestação de serviço pela comunidade. O dinheiro não será entregue ao usuário, e sim ao centro que o tratar.

Na primeira etapa devem ser distribuídos cerca de 3.000 cartões. Ainda neste mês, o governo deve lançar um edital para credenciar as comunidades que farão os atendimentos. A expectativa é que os primeiros pacientes comecem a receber o tratamento a partir de julho.
 
Resumo Geral
Fonte: Folha Uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário