sábado, 29 de junho de 2013

Seleção brasileira realiza treino leve já pensando na final de amanhã contra a Espanha; Confira

Seleção brasileira realiza treino leve já pensando na final de amanhã contra a Espanha; ConfiraA Seleção Brasileira realizou um treino leve na tarde desta sexta-feira (28.06), no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, já pensando na Espanha, adversária da final da Copa das Confederações, no domingo.

Os titulares fizeram atividades físicas e depois correram em volta do gramado, enquanto os reservas bateram bola no campo. A única ausência foi a do volante Paulinho, gripado, que ficou no hotel. Neste sábado, a equipe fará um reconhecimento do gramado do Maracanã, marcado para as 17h30 de Brasil.

Antes da atividade, o atacante Neymar e o volante Luiz Gustavo deram entrevista coletiva e comentaram sobre a final contra os espanhóis.

O camisa 10 revelou a ansiedade pela partida e disse que gostaria que o jogo fosse hoje mesmo. “A ansiedade é grande, ontem quando acabou a semifinal, falei para o Thiago Silva: ‘vamos jogar amanhã, logo, ter que esperar é ruim. Mas, domingo será um dia histórico. Brasil e Espanha será um grande jogo e o mundo vai estar assistindo. Meu maior desejo é que possamos jogar bem e sairmos campeões”.

O confronto que colocara frente a frente a atual campeã do mundo e a seleção com mais títulos mundiais, era aguardado pelos próprios atletas brasileiros. “Era sim, todo mundo, os jogadores, queriam uma partida assim. Jogador gosta quando a partida é grande e temos a oportunidade de enfrentar os melhores do mundo”, disse Neymar, que em seguida, falou sobre a dimensão da vitória. “A gente sabe que pode gravar nosso nome na história do futebol, não existe cansaço neste momento, a gente vai até o limite”.

O volante Luiz Gustavo não acredita que a Espanha sentirá o cansaço pela partida da semifinal contra a Itália, que foi para prorrogação e disputa de pênaltis. “O desgaste não conta muito. A Espanha teve um jogo que poupou todos os titulares e na final não tem essa de cansaço, de viagem, vai muito da vontade e do coração. Temos que nos preparar, porque com certeza eles não vão demonstrar cansaço”.

Para ele a partida será um jogo de muita paciência, mas o Brasil deve manter seu estilo de jogo. “Vai ser um jogo de paciência, eles têm o estilo de manter a bola e nós temos o nosso e também não vamos fugir dele. Temos nosso objetivo e o jogo será decidido em detalhes, por isso, toda atenção e cuidado são poucos”.

Neymar ainda falou sobre a pressão que há antes de uma decisão importante como a de domingo. “A pressão de fora para dentro existe e sempre é grande, mas quem está aqui tem que estar tranquilo, não deixar se afetar. Disse desde a primeira coletiva, que estava bem e que no momento certo o futebol de cada um ia aparecer e apareceu. Estamos mais animados por domingo ser uma partida histórica e esperamos fazer história novamente e levar o Brasil ao topo”.

Para Neymar, a alegria e o bom futebol da Seleção contagiaram a torcida. “Trouxemos de volta essa felicidade de assistir a um jogo do Brasil”. Ele também agradeceu o apoio recebido nas partidas da Copa das Confederações. “Encontramos na competição nosso décimo segundo jogador, que é a torcida brasileira. Ficamos felizes que ela tem nos apoiado e esperamos que domingo seja igual”.
 
Resumo Geral
Fonte: Central da Copa

Nenhum comentário:

Postar um comentário