quinta-feira, 4 de julho de 2013

Bandidos executam agricultor à tiros e deixam bilhete: "Cachorrinho de Polícia morre desse jeito"; Veja

Bandidos executam agricultor à tiros e deixam bilhete: O agricultor Manoel Messias da Silva, 61 anos, foi assassinado a tiros no rosto na noite desta quarta-feira (3), no bairro Maria do Amor Divino, na cidade de Mari, na Zona da Mata paraibana. No bolso da vítima, os policiais encontraram um bilhete deixado pelos assassinos.

De acordo com familiares da vítima, o casal tinha chegado recentemente em casa na rua Francisco Félix do Nascimento, quando o agricultor foi abordado por dois homens – aparentemente menores - que invadiram a residência e efetuaram disparos de arma de fogo no rosto de Manoel Messias, que morreu na hora. A mulher não ficou ferida com os tiros. Os acusados fugiram sem deixar pistas.

O homicídio está sendo atribuído a integrantes da facção criminosa intitulada “Okaida”. Os criminosos teriam justificado a morte por supostas denúncias feitas pelo agricultor contra autores de outros homicídios ocorridos na rua onde ele morava.

No bilhete, com diversos erros de ortografia, traz o seguinte texto: 

“Cachorrinho de polícia é desse jeito sol de dinro na cara. I siliga A lemão si prata aqui. E desse jeito sol de dinro na cara” (sic). De acordo com a Polícia Civil, há alguns meses gêmeos foram esquartejados e um duplo homicídio ocorreram a cerca 10 metros onde Manoel Messias foi executado.


Resumo Geral
com portalcorreio

Nenhum comentário:

Postar um comentário