sexta-feira, 5 de julho de 2013

Mulher dá a luz na recepção de uma maternidade na Paraíba e bebê acaba morrendo; Confira

Mulher dá a luz na recepção de uma maternidade na Paraíba e bebê acaba morrendo; ConfiraUma mulher está acusando o Hospital e Maternidade Ana Virgínia, na cidade de Caaporã, de negligência médica. Em entrevista à TV Tambaú, a jovem, grávida de sete meses, contou que chegou à unidade hospital por volta das 20h da última terça-feira.

Ela foi levada por um amigo da família para o hospital. Na companhia do marido, Rosicleide José chegou ao local já em ‘trabalho de parto’, prestes a ter a criança. “Eu estava sentindo muitas dores. Um colega do meu marido me levou para o hospital e eu já não estava mais sentindo minhas pernas. Quando cheguei ao hospital, o vigia me deu as costas. De repente observei que a criança estava nascendo”, contou a mulher.

O bebê caiu entre as pernas de Rosicleide e teria batido com a cabeça no chão. Nesse momento, mãe e filha foram levadas para a enfermaria da maternidade, onde foram atendidas.

Rosicleide explicou que durante a noite percebeu que a criança estava gemendo muito e chamou uma enfermeira. A funcionária disse, no entanto, que o bebê estava com frio e por isso gemia.

Ainda assim, a mãe pediu que um médico fosse avaliar as condições da criança e esta, por sua vez, disse que o estado de saúde era normal e que não havia por que ela se preocupar.

Por volta das 6h da quarta-feira (03) foi constatado o óbito da criança. Os familiares acreditam que houve negligência por parte do hospital, já que alegam que a maternidade não dispunha das condições adequadas para atender um bebê prematuro. O caso deve parar na justiça.
 
Resumo Geral
Fonte: G1 Pb

Nenhum comentário:

Postar um comentário