sexta-feira, 26 de julho de 2013

Trem perde o controle, sai dos trilhos e deixa cerca de 80 mortos e 187 feridos na Espanha; Veja

Trem perde o controle, sai dos trilhos e deixa cerca de 80 mortos e 187 feridos na Espanha; VejaO número de mortos pelo acidente de trem de quinta-feira em Santiago de Compostela, na Espanha, foi revisado de 80 para 78, informaram as autoridades locais nesta sexta-feira (26), Já foram identificados 72 corpos.

Entre os corpos identificados, há três estrangeiros: um argelino, um mexicano e um americano.
Peritos dão continuidade nesta sexta à investigação sobre as causas do acidente.

Aproximadamente 30 pessoas - entre elas quatro crianças - permanecem em estado crítico em diversos hospitais da região, embora os feridos passem de 187 no total.
Os trabalhos na curva em que o trem descarrilou se desenvolveram durante toda a noite e consistem na retirada do restante do comboio acidentado e na recuperação das vias.

As próprias declarações do condutor do trem após a tragédia apontam o excesso de velocidade como a principal suspeita da causa do acidente, já que ele mesmo reconheceu que seguia a 190 km/h em uma área limitada a 80 km/h.

Os peritos recolheram material na zona da tragédia para ter mais dados sobre o ocorrido, incluindo o tacógrafo, que recolhe tanto a velocidade do comboio como as conversas de rádio entre o condutor e o posto de controle.

Um tribunal de Santiago de Compostela instrui o caso e, dentro de poucos dias, apresentará declarações aos tripulantes, passageiros e testemunhas para recopilar a informação técnica obtida pelos especialistas.

A empresa que administra das linhas ferroviárias na Espanha (Adif) retomou hoje o tráfego da linha interrompida pelo acidente de trem.

Nesta manhã de sexta, os trens de linha convencional já circulavam por uma das vias afetadas pelo acidente, ocorrido nas proximidades da estação de Santiago de Compostela, enquanto a outra, para o serviço de alta velocidade, abrirá somente no sábado.

Neste segundo caso, os trens circularão com especiais precauções, já que as equipes ainda precisam retirar pelo menos um dos vagões do trem acidentado e outros aparatos usados nos trabalhos de recuperação iniciados posteriormente

O consulado-geral do Brasil em Madri afirma que não há relatos sobre vítimas brasileiras. O Itamaraty disse que até o momento não recebeu ligações de parentes de possíveis vítimas, mas alerta que como a passagem de trem não é nominal, não pode descartar totalmente que possam ter brasileiros entre os feridos e mortos.

O acidente ocorreu às 20h41 locais (16h41 de Brasília), segundo a empresa, em Angrois, na chegada a Santiago de Compostela, local famoso de peregrinação católica e mística. O trem fazia a ligação entre a capital espanhola, Madri, e a cidade de Ferrol, na Galícia.
 
Resumo Geral
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário