segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Cansada de ser mal atendida, mulher chega a um Posto de Saúde armada com uma faca; Veja

Cansada de ser mal atendida, mulher chega a um Posto de Saúde armada com uma faca; Veja
Uma mulher armada com uma faca provocou pânico em um posto de saúde no Conjunto Carminha, no bairro do Benedito Bentes, em Maceió, na manhã desta segunda-feira (9).

De acordo com funcionários do posto, a mulher, que reclamava da demora no atendimento, foi embora, mas voltou armada, ameaçando quem trabalhava no local. Ela foi rendida pela segurança e levada para fora da unidade.

De acordo com Luciene Oliveira, diretora do posto de saúde, a unidade é referência no atendimento humanizado, reconhecida pelo Ministério da Saúde. Mas, mesmo com todos os cuidados para oferecer o melhor aos pacientes, eles reclamam da carência de médicos e da falta de estrutura.

A demanda no posto do Conjunto Carminha é de mais de 50 pacientes por dia. Para organizar o atendimento, um atendente ouve as reclamações dos pacientes e os direciona para alas específicas, mas quem precisa de atendimento reclama. "A gente tem que chegar aqui às 6h pra conseguir ser atendida. Chegamos antes mesmo de o posto abrir", reclama uma moradora que tentava consulta na unidade.

A ocorrência registrada hoje poderia ter sido mais que um susto, devido à falta de segurança na unidade. "É precária, a gente só tem uma pessoa que faz a segurança na sala de espera", reclama a diretora do posto.

O G1 procurou a Prefeitura de Maceió para questioná-la a respeito da falta de segurança na unidade de saúde, relatada pela direção do posto. A Assessoria de Comunicação informou que procuraria o responsável por essa questão, mas até o momento desta publicação, o Município não havia dado resposta.

Resumo Geral
com G1AL

Nenhum comentário:

Postar um comentário