quinta-feira, 21 de novembro de 2013

José Genoíno passa mal na prisão e é transferido para Hospital em Brasília, dizem advogados; Confira

José Genoíno passa mal na prisão e é transferido para Hospital em Brasília, dizem advogados; ConfiraO deputado federal licenciado e ex-presidente do PT José Genoino passou mal nesta quinta-feira (21) no presídio da Papuda, onde cumpre pena por condenação no julgamento do mensalão, e foi levado para o Instituto do Coração, dentro do complexo do Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Segundo o G1 apurou, Genoino está na Unidade de Dor Toráxica do hospital.

Um dos advogados de Genoino, Luiz Fernando Pacheco, disse que havia suspeita de infarto, informação não confirmada pelo hospital. Outro advogado de Genoino, Cláudio Alencar, confirmou que o deputado foi levado ao hospital, mas não confirmou a suspeita de infarto.

A assessoria de Genoino informou que ele estava passando mal desde a noite de quarta. Nesta quinta, de acordo com a assessoria, a administração do presídio entendeu que ele não tinha mais condições de permancer no local e precisava de atendimento médico especializado.

Um profissional da equipe de saúde do Complexo da Papuda informou ao G1 que Genoino foi submetido a um eletrocardiogarma na manhã desta quinta. O exame teria apontado "alterações"  nos batimentos cardíacos que exigiram cuidados especializados. Por precaução, disse esse profissional, o médico que atendeu o deputado recomendou que ele fosse levado para um hospital.

Condenado no julgamento do mensalão a 6 anos e 11 meses, Genoino foi preso na sexta-feira (15) após o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, determinar a prisão de 12 réus condenados no processo. Desde sábado o ex-presidente do PT está na penitenciária da Papuda, em Brasília, junto com os colegas de partido José Dirceu e Delúbio Soares.

Em julho, Genoino passou por uma cirurgia para solucionar uma dissecção da aorta (a artéria estava se abrindo em camadas, o que provoca hemorragias).

A defesa do deputado fez um pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que ele possa cumprir a pena em prisão domiciliar (em casa). Antes de decidir sobre o pedido, Barbosa avaliará um laudo médico solicitado ao Instituto de Medicina Legal do Distrito Federal. O laudo informa que o deputado é "paciente com doença grave, crônica e agudizada, que necessita de cuidados específicos".

Nesta quinta, a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados decidiu adiar a decisão sobre a abertura de processo de cassação de José Genoino.
 
Resumo Geral
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário