terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Mulher admite em depoimento que se enganou ao acusar ator de roubo; Entenda

Mulher admite em depoimento que se enganou ao acusar ator de roubo; Entenda
 
O delegado Niandro Lima, titular da 25ª DP (Engenho Novo), disse que a mulher que acusava o ator Vinícius Romão de Souza, de 26 anos, prestou depoimento por mais de uma hora nesta terça-feira e admitiu ter se enganado no reconhecimento. O policial contou que informará o Tribunal de Justiça sobre o ocorrido.

- Isso pode ajudar a defesa dele a soltá-lo mais rapidamente - disse o delegado.

Em seu depoimento, Dalva da Costa Santos disse que, assim que chegou em casa após registrar o roubo, no dia 10 deste mês, ficou "meditando" a respeito da negativa contundente de Vinícius em relação à autoria do crime. Ela disse que realmente ficou em dúvida e que, no dia seguinte de manhã, pensou em ir à delegacia para retirar queixa. Mas não o fez por não ter o dinheiro da passagem.

Pai de Vinícius, o tenente-coronel da reserva do Exército Jair Romão de Souza, de 64 anos, comemorou a notícia. Segundo ele, foi a "melhor dos últimos tempos".

- Estou felicíssimo! Você nem pode imaginar o quanto. Quero correr para dar um longo abraço nele. Foi um sofrimento muito grande tudo isso, principamente para ele. Está na capa dos jornais todos essa história, mas não me senti constrangido porque sabia que, mais cedo ou mais tarde, a verdade iria acontecer. Como diz o ditado: "Quando estiver em dúvida entre a mentira e a verdade, não fique com nenhum dos dois. Fique com o tempo, porque o tempo vai desfazer a mentira e trará à tona a verdade" - disse ele.

Cela dividida com outros 15

Vinícius está preso na Casa de Detenção Patrícia Acioli, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, acusado de roubar a bolsa da mulher. Ele divide a cela com outros 15 detentos. Segundo o advogado do jovem, Rubens Nogueira de Abreu, que o visitou na manhã desta terça-feira, o rapaz está tranquilo:

- Mas ele não está conformado com essa situação.

O advogado contou que nesta terça foi chamado à direção da casa de detenção. Segundo ele, depois da repercussão do caso - Vinícius nega ter cometido o roubo do qual foi acusado -, o diretor da unidade ofereceu a transferência do ator - formado em Psicologia - para uma cela para presos de nível universitário. Vinícius, porém, negou.

- Ele contou que os outros detentos que estão com ele o respeitam - disse Nogueira.

Ele já entrou com um pedido de revogação da prisão. Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, o pedido já está nas mãos do juiz da 35ª Vara Criminal e pode ser apreciado a qualquer hora.
 
Resumo Geral
Com G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário