quarta-feira, 16 de julho de 2014

Grêmio envia mensagem para Felipão e mantém portas abertas

Grêmio envia mensagem para Felipão e mantém portas  abertas
 
Uma das primeiras atitudes do presidente gremista Fábio Koff, assim que o Brasil foi derrotado de forma inacreditável pela Alemanha, por 7 a 1, nas semifinais da Copa do Mundo de 2014, foi, também em nome do Grêmio, demonstrar sua solidariedade ao técnico Luiz Felipe Scolari, deixando claro que as portas do clube continuam abertas para o treinador.

— Mandei uma mensagem dando força para ele. Estamos em uma geração que teve flagrantes carências de jogadores de nível de seleção.

Na opinião do mandatário gaúcho, toda essa revolta da população e da imprensa, direcionada a Felipão não se justifica.

— Quando o Felipe (Felipão) convocou a seleção brasileira, não houve uma voz que destoasse. Todos concordaram, não faz sentido criticar o técnico agora por este motivo.

Em março, em visita ao Grêmio, o treinador admitiu que poderia voltar à equipe tricolor em caso de pedido de Koff. A amizade entre ambos é de longa data.

Koff, na função de presidente, e Felipão, como técnico, fizeram uma parceria marcante na história do Grêmio, quando a equipe se sagrou campeã da Libertadores e vice mundial em 1995.

No momento, o treinador do clube é Enderson Moreira. A equipe, porém, ainda não se firmou, após ser eliminada da Copa Libertadores de 2014, pelo San Lorenzo, nos pênaltis, na Arena do Grêmio. Atualmente ocupa a sexta colocação do Campeonato Brasileiro, com 15 pontos.
 
Resumo Geral
com GE

Nenhum comentário:

Postar um comentário