segunda-feira, 7 de julho de 2014

Médico da CBF esclarece que Neymar não terá mais condições de jogar a Copa; Confira

Médico da CBF esclarece que Neymar não terá mais condições de jogar a Copa; Confira
 
O Dr. José Luiz Runco, médico da CBF, veio a público no começo da noite deste domingo (06), em entrada ao vivo no Domingão do Faustão, direto da concentração da Seleção Brasileira na Granja Comary, em Teresópolis, esclarecer sobre o estado de saúde de Neymar, lesionado em campo após a partida contra a Colômbia.

Segundo ele Neymar não terá condições de jogar nenhuma partida em um curto espaço de tempo, pedindo aos torcedores que não se iludam com informações contrárias ao que o Departamente Mpedico da CBF, responsável pelo tratamento do atleta, afirmarem. Na tarde deste domingo, circularam pela internet especulações de que através de tratamentos alternativos, Neymar poderia jogar a final da Copa do Mundo, no próximo dia 13, caso o Brasil fosse classificado.

O pai do jogador, também se pronunciou, atravé de seu Instagram:

"Esclareço que a visita dos médicos do Santos FC realizada ontem (06/07) foi uma visita de cordialidade. O clube santista colocou sua estrutura à disposição do Neymar Jr para seu tratamento e recuperação após o término da Copa do Mundo. A notícia não procede em razão de Neymar Jr estar sob cuidados do Chefe do Departamento Médico da CBF, José Luiz Runco até o término da Copa tendo sido ele o avalista da liberação do atleta para continuar o tratamento (repouso absoluto) em casa, junto a família. O acompanhamento diário do tratamento está sendo feito pelo fisioterapeuta particular do atleta. Qualquer informação diferente desta é pura especulação. Concluo reafirmando que o único profissional autorizado a se manifestar sobre o estado, tratamento e recuperação do Neymar Jr tanto pela CBF como pela sua família é o Dr. José Luiz Runco. Se Neymar Jr vier a ter condições clínicas de disputar uma partida de futebol profissional antes do tempo inicialmente previsto será em função da evolução positiva do seu quadro diante do tratamento possível que está sendo efetuado. Nenhum tratamento alternativo foi colocado em discussão. O retorno dele aos gramados depende da superação das fortes dores que sente", explicou.
 
Resumo Geral
Com G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário