quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Imprensa italiana diz que Robinho é acusado de ter estuprado jovem em Milão

O atacante Robinho teve seu nome ligado a um suposto caso de estupro ocorrido em Milão. O jornal Corriere della Sera informou nesta quarta-feira que o Ministério Público da Itália solicitou a prisão preventiva do atacante por ter supostamente forçado relação sexual com uma brasileira de 18 anos. O crime teria ocorrido em janeiro de 2013, em Milão.

A juíza italiana Alessandra Simon negou pedido de prisão, alegando que Robinho não tem antecedentes criminais e que ele não atrapalharia as investigações, já que está fora do país. Robinho jogava no Milan na época em que foi acusado de estupro.

De acordo com a publicação, Robinho teria conhecido a jovem em um restaurante. Ele estaria com a sua esposa e com mais cinco amigos. Robinho teria deixado sua mulher em casa e retornado ao local com os amigos. A jovem acusa o atacante de ter sido o mentor de um estupro coletivo. A brasileira procurou a polícia seis meses depois do suposto crime.

Atualmente no Santos, Robinho já havia sido acusado de ter violentado uma mulher na época em que defendia o Manchester City, em 2009. A relação sexual teria acontecido dentro de uma casa noturna em Leeds, na Inglaterra. O atacante negou, sendo absolvido pela Justiça.
 
Resumo Geral
Com UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário