quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Homem morre vítima de um coice de jumenta durante relação sexual no interior da Paraíba





Deca Batalhão como era conhecido o desempregado, Cícero Balbino da Nóbrega, contava até o dia fatídico e lamentável incidente, que levou o coice da jumenta “Mimosa” com 20 anos de idade. Segundo o site Alto Santo Notícia, Deca residia na cidade paraibana de patos e morreu após ser vítima digamos de um coice baixo da sua amada jumenta quando tentava manter relação sexual com a mesma.

De acordo com a polícia, o coice da jumenta atingiu prontamente as partes genitais de Deca Batalhão que não resistiu e veio a óbito. O fato ocorreu por trás da Igreja Santo Expedito, localizada no bairro Dona Melindra em Patos. O corpo de Cícero foi encontrado por populares sem camisa com a calça abaixada até a altura dos joelhos e a jumenta conhecida por Mimosa amarrada ao lado.

A polícia acredita que o animal foi amarrado durante a madrugada, mas no momento do ato sexual desferiu o coice fatal no desempregado. Seu corpo foi encaminhado para a Unidade de Medicina Legal de Patos.

A polícia foi acionada e ouviu algumas testemunhas. Elas disseram que Cícero era acostumado a fazer sexo com o animal, cujo nome é ´Mimosa´.A polícia acredita que o animal foi amarrado durante a madrugada, mas no momento do sexo desferiu o coice fatal no desempregado. Seu corpo foi encaminhado para a Unidade de Medicina Legal de Patos. Será que o nordeste tá com tanta falta de mulher assim, pro cara ter que apelar e ir fazer sexo com uma jumenta? Fala sério.

De qualquer forma sendo atual ou não, fazer sexo com animais, além de ser perigoso, é crime.


Resumo Geral
Com PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário