sábado, 11 de novembro de 2017

Equipe da Mercedes é rendida por homens armados e assaltada em São Paulo

Piloto Lewis Hamilton reclamou que este não foi o primeiro caso de violência sofrido por sua equipe 

Hamilton se irritou com falta de segurança


Uma equipe da Mercedes sofreu um assalto na noite dessa sexta-feira (10), em São Paulo. Os profissionais foram rendidos por homens armados na saída do autódromo de Interlagos, onde acontece o GP do Brasil neste domingo (12). O episódio foi relatado pelo piloto Lewis Hamilton no Twitter.

"Alguns integrantes da minha equipe foram parados à mão armada ontem [sexta] à noite ao deixarem o circuito aqui no Brasil. Houve tiros e uma arma foi colocada na cabeça de um deles. Isto é muito incômodo de se escutar. Por favor, rezem pelos meus companheiros que estão aqui como profissionais hoje, apesar de estarem abalados", publicou o automobilista.

Hamilton ainda reclamou que este não foi o primeiro caso de violência sofrido por sua equipe. "Isto acontece todos os anos aqui. A Fórmula 1 e as equipes têm que fazer mais, não há desculpas", desabafou.
Segundo apurou a agência de notícias EFE, os bandidos “roubaram alguns objetos valiosos”, mas ninguém ficou ferido. A informação foi repassada pelo assessor de imprensa da Mercedes, Felix Siggemann.
Ainda conforme a EFE, antes de abordar os funcionários da Mercedes os bandidos teriam tentado roubar um carro da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), mas o motorista conseguiu fugir.
 
 
Resumo Geral
Com UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário